top of page

NAPALMA apresenta ‘Drive Safe’, um EP que mistura afrobeats e sons electrônicos globais, com a participação do vocalista senegalês Abass Ndiaye a cantar em wolof, juntamente com remixes de produtores internacionais.

 

'Drive Safe' destaca a fusão de ritmos pulsantes e sinergia intercultural, marca registrada do NAPALMA, em cinco faixas, incluindo o Mix Original, um Mix Instrumental e três Remixes surpreendentes criados pelos estimados produtores DJ Panko (Ojos de Brujo) da Espanha, Mista Monk da Austrália e Infrared da França.

 

‘Drive Safe’ traz uma mensagem poderosa que vai além da esfera da condução. Através de batidas e melodias contagiantes, NAPALMA incentiva os ouvintes a abraçar o respeito nas diversas estradas e caminhos da vida, promovendo a harmonia e a compreensão num mundo diverso.

 

A produção musical foi feita por Marcel Dadalto e Cid Travaglia, e recebeu o apoio do Programa de Bolsas GVL, parte da NEUSTART KULTUR Berlin.


Videoclipe 'Drive Safe' - Lançamento 13/06
 

 

Videoclipe com Inteligência Artificial e Instalação de Arte

 

Após o lançamento do EP, um videoclipe encantador complementa ‘Drive Safe’, integrando-se perfeitamente com a paisagem visionária de “Brain/City”, uma instalação de arte idealizada pelo artista contemporâneo israelense Yaron Steinberg. Dentro deste domínio fantástico, personagens gerados por IA dão vida à paisagem urbana, enriquecendo-a com carisma e vibração, incluindo os avatares da força criativa do NAPALMA, Cid Travaglia e o cantor Abass Ndiaye.

 

O "Cérebro/Cidade" de Steinberg, feito de papel, barbante e luz, constrói uma metrópole movimentada, fornecendo a tela para personagens vibrantes trazidos à vida por meio da Inteligência Artificial, sob a direção e criação de Cid Travaglia.

 

Prepare-se para uma aventura visualmente deslumbrante.

Os destaques dos últimos lançamentos são os videoclipes de 'Mbëguel' gravado no Rio de Janeiro e várias praias de Moçambique, 'Gëstou' gravado em Berlim coberta pela neve, 'Sunu Warëf', gravado na Floresta Amazônica e
'
URBAN ART Tribute', gravado em doze países, que ganha força no circuito de festivais de cinema, com a premiação de 'Melhor Videoclipe' no SIFF - Festival Internacional de Cinema Sueco e selecionado para Festivais em Nova York, Los Angeles, Paris e Canadá.

bottom of page